Departamento de Educação Médica
Direção

O DEM apresenta: Ação de Formação de março

O DEM Entrevista

Esta entrevista mensal de personalidades ligadas à Educação Médica pretende apresentar a sua reflexão sobre os desafios atuais ao ensino-aprendizagem em Medicina e sobre os novos modelos e estratégias que se desenham para o futuro.

O Departamento de Educação Médica (DEM) é uma unidade estrutural da FMUL que tem como missão a Formação de Docentes, a Avaliação dos Processos de Ensino- Aprendizagem, a Investigação em Educação Médica e o Acompanhamento do Ensino na Faculdade a nível Pré-graduado, Pós-graduado e na Formação Continua.

 

O DEM tem como objetivos:

  • Garantir e melhorar os processos de ensino-aprendizagem, apoiar a inovação no planeamento do currículo, dos métodos de ensino e avaliação
  • Promover métodos de ensino baseados na evidência científica
  • assegurar critérios de excelência em educação médica
  • Alinhar as prioridades em Educação com as da Saúde.
  • Assegurar a atualização e a formação continua dos docentes, em articulação com o Conselho Pedagógico
  • Promover a avaliação da qualidade e eficácia do Ensino em articulação com a AEFML
  • Criar uma bibliografia básica para formação em Educação Médica
  • Promover a investigação em Educação Médica
  • Promover interação com outras instituições universitárias nacionais e internacionais, com criação de redes de interação no desenvolvimento de práticas e de investigação
  • Contribuir para uma “nova visão” na FMUL, com uma maior globalização/internacionalização e procura da excelência.

 

Temos como desafios:

  • Nova visão e responsabilidade social da Escola Médica (social accountability)
  • Abordagem científica na educação
  • Globalização
  • Novas abordagens no ensino, aprendizagem e avaliação dos alunos
  • Necessidade de aliar prioridades em Educação com as da Saúde.

 

História:

 

O que fazemos: 

  • Ações de Formação para Docentes
  • Sessões de Jornal Club
  • Ciclos de Webinars
  • Ações de colaboração o Conselho Pedagógico da FMUL e outras unidades estruturais
  • Criação de um Manual da Pedagogia da FMUL
  • Organização de Workshops e Seminários na área da Educação Médica
  • Entrevistas em Educação Médica
  • Suporte científico e logístico de outras ações educativas da FMUL

Ana Catarina doutorou-se em Medicina, especialidade de Neurologia, na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (2014). No mesmo ano terminou um Masters in Public Health na Universidade de Harvard (EUA), já depois de concluir dois mestrados: em Stroke Medicine, na Universidade Danube Krems, Áustria, e em Neurociências, na Universidade de Lisboa. É investigadora do Instituto de Medicina Molecular, professora de Neurologia e Farmacologia na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e médica no Hospital de Santa Maria.

Ana G. Almeida é licenciada em Medicina, doutorada em Medicina/Cardiologia (2001). Estagiou em instituições internacionais como a Universidade do Texas e o Royal Brompton Hospital em Londres. É Professora Associada (2005) com Agregação (2010) pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. É Coordenadora da Unidade de Técnicas Não Invasivas/Imagem Cardiovascular do Serviço de Cardiologia do CHULN. É Fellow da European Society of Cardiology, do American College of Cardiology e da Society for Cardiovascular Magnetic Resonance. Na Associação Europeia de Imagem Cardíaca é Co-Chair do Board de Certificação CMR desde 2015, Councillor for Cardiac Magnetic Resonance desde 2018, membro das Comissões de Educação e de Publicações Científicas. É membro do Board da European Heart Journal Cardiovascular Imaging e Editora Associada da Revista Portuguesa de Cardiologia, bem como revisora ​​de revistas internacionais e nacionais, a maioria do primeiro quartil. As áreas de investigação centram-se em estudos translacionais sobre valvulopatias, doenças da aorta, imagem das miocardiopatias, função cardíaca, novas técnicas de imagem e inteligência artificial aplicada à cardiologia. Tem mais de 110 publicações indexadas, mais de 300 prelecções a convite e mais de 600 apresentações a congressos.

Licenciatura em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL) com Distinção; Doutoramento pela FMUL (Unanimidade, Distinção e Louvor); Provas de Agregação pela FMUL; Professora Catedrática de Pediatria FMUL; Diretora da Clínica Universitária de Pediatria (Currículo Nuclear 2º, 4º 5º 6º ano; 3 Disciplinas Optativas); Regência das Disciplinas: Pediatria Módulo VI II (5º Ano); Disciplina Optativa Procedimentos Clínicos em Pediatria; Unidade Curricular de Nutrição Pediátrica/Mestrado de Nutrição Clinica FMUL; Co-Coordenadora da Pós-Graduação em Nutrição Pediátrica da Universidade Católica, UL; Investigadora do IMM (Unidade de Imunologia Clínica).

Especialização em Pediatria, HSM e John Radcliffe Hospital, Oxford); Sub-especialização em Gastrenterologia Pediátrica (Cliniques S. Luc/Université Catholique de Louvain, Brussels); Chefe de Serviço de Pediatria; Coordenadora da Unidade de Gastrenterologia Pediátrica, Coordenadora da Unidade de Técnicas Pediatria, CHULN; Diretora do Departamento de Pediatria, HSM-CHULN; (ex) Presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia Pediátrica, da Secção de Endoscopia Pediátrica da SPED  e Membro representativo Nacional - ESPGHAN; Estágios: Hôpital Pellegrin/Université de Bordeaux; Gastroenterological Research Center/Goteborg University; Healthcare Management Executive Master /ISCTE; Membro de: Comissão de Ética do CAML; Comissão Cientifica do Colégio F3, U. Lisboa; Conselho Científico FMUL, Comissão da Reforma do Ensino Clínico FMUL, Conselho de Escola FMUL; Coordenadora Pedagógica do 5º Ano, Mestrado Integrado em Medicina, FMUL; ex-Membro do Conselho Pedagógico FMUL; Juri de Provas/ Concursos Académicos e Hospitalares; Orientadora de Teses de Doutoramento, Mestrado Pré e Pós-Graduação; Orientadora de Internos (IFE, IAC); Juri de Bolsas e Prémios; 20 Prémios (incluindo Prémio Pfizer Jovens Investigadores); 12 Bolsas de Investigação; 108 preleções a convite; 223 Comunicações/Posters; 73 artigos por extenso; 10 capítulos de livro; Referee de 19 revistas científicas e membro de diversos Editorial Boards. Membro da Comissão organizadora/científica de 38 reuniões científicas e de 39 Cursos Pós-Graduados. Áreas de Interesse: Infeção por H. pylori, Imunopatologia gastrointestinal; D. Inflamatória intestinal, Doença Celíaca; Hepatopatias; Nutrição Clínica; Educação Médica.

Mestre em Educação Médica e colaborador do Departamento de Educação Médica (DEM) da Faculdade de Medicina de Lisboa. Docente da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, leccionando nas Disciplinas de Introdução à Medicina (1º ano), Medicina Interna 2 (5º ano) e Electrocardiografia Clínica (opcional, 4º-5º anos). Diretor do Serviço de Medicina 2 do Hospital de Santa Maria,  Centro Hospitalar Universitário  Lisboa Norte. Assistente Hospitalar Sénior em Medicina Interna e Medicina Intensiva. Consultor da Direção-Geral de Saúde. Autor de 2 livros sobre a infeção por VIH: “Sida – Quebrar os Elos” (Lisboa: Ed. Querco, 1989); “Sida – Respostas ao Público” (Lisboa, Ed Hugin, 1998). Co-autor de “Cuidados Intensivos – Principais Fármacos Utilizados (Lisboa, 1999). Autor/Co-autor de 90 artigos publicados em revistas nacionais e estrangeiras e de 180 comunicações a congressos. Principais interesses: Educação Médica – ensino/aprendizagem e avaliação, Cinema em Educação Médica, Repercussões cardiovasculares da infeção por VIH.

Licenciatura em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa – FMUL (1976). Doutoramento em Medicina pela FMUL (1994). Especialista em Medicina Interna pela Mount Sinai Hospital and Medical School, New York, USA (1983), pelo Hospital Santa Maria (1987) e pela Ordem dos Médicos (1986). Especialista em Nefrologia pela University of Califórnia, San Francisco, USA (1985) e pela Ordem dos Médicos (1989). Especialista em Farmacologia Clínica, Colégio da Ordem dos Médicos, Setembro de 2008. Diploma in Medical Education, University of Wales in Cardiff, UK (1997). Mestrado em Educação Médica, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (2000). Director, Centro de Estudos de Medicina Baseada na Evidência da Faculdade de Medicina de Lisboa (1999- ). Fellow, American College of Physicians (FACP). Eleito em Abril de 2008. Director-Executivo, Instituto de Formação Avançada, Faculdade de Medicina de Lisboa (2009- ). Director, Departamento de Educação Médica, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (2016-17). Director, Cochrane Portugal (2014- ). Fellow da European Society of Cardiology (FESC). Eleito em Junho 2015. Director, Instituto de Medicina Preventiva e Saúde Pública, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa - FMUL (2017- ). Director, Instituto de Saúde Ambiental, FMUL (2017- ). Vice-Presidente, Conselho Científico e Vice-Presidente do Instituto de Saúde Baseada na Evidência, FMUL (2019- ). Editor de diversas revistas médicas nacionais e internacionais. Autor de mais de 300 artigos, capítulos de livros e mais de 500 comunicações científicas.

Concluí a licenciatura em Medicina na Faculdade de Medicina de Lisboa em 1975 e a especialidade de Ginecologia e Obstetrícia no Hospital de Santa Maria (HSM) em 1987. Desde então faço parte do corpo médico do Serviço de Ginecologia do HSM (actualmente parte do CHUL), dedicado à área da Infertilidade/Medicina da Reprodução. Desde 1997 coordeno essa Unidade e sou Director do respectivo Centro de Procriação Medicamente Assistida (PMA). Sou Director do Serviço de Ginecologia desde 2006 e Director do Departamento desde 2016. Estou ligado ao ensino na Faculdade de Medicina de Lisboa desde 1987 tendo percorrido todos os seus níveis de graduação até me tornar Professor Catedrático de Obstetrícia e Ginecologia em 2016. Concluí o Doutoramento em 2005. Em 2006 frequentei com sucesso o Mestrado em Educação Médica da Universidade Católica de Lisboa. Fui Membro da Comissão de Ética do CHLN/FMUL (2006-2014).  Proferi cerca de 125 palestras por convite e fui autor/co-autor de cerca de 260 comunicações/ posters (112 em reuniões internacionais). Os artigos e capítulos de livros publicados resultam num índice h de 29 (com índice i10 de 45). Tenho desempenhado múltiplas funções exteriores à Faculdade, quer na Ordem dos Médicos quer em sociedades científicas nacionais e internacionais (neste momento sou Chair-Elect da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia - ESHRE) quer como membro do Conselho Nacional de PMA - Autoridade Reguladora nacional nessa área.

Carlos José Fernandes da Conceição Góis, concluiu a licenciatura em medicina em 1982 na FMUL, é especialista em psiquiatria desde 1990 e graduado desde 1997, trabalhando atualmente no Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do Departamento de Neurociências e Saúde Mental do CHULN.  Tem coordenado Equipas de Internamento em Psiquiatria Geral, Psiquiatria de Ligação, Urgência de Psiquiatria, Hospital de Dia e Consulta do Luto. Foi Psiquiatra na Associação Protetora de Diabéticos de Portugal (APDP), é grupanalista na Sociedade Portuguesa de Grupanálise e Psicoterapia Analítica de Grupo e Faculty Member do Interpersonal Psychotherapy Institute, Iowa, USA.
Pela FMUL, e em Psiquiatria e Saúde Mental, concluiu o Mestrado em 2000 e o Doutoramento em 2013, e prestou provas de Agregação em 2017.  É Professor Auxiliar com Agregação Convidado na FMUL. Tem dezenas de apresentações e publicações em áreas de especialização, nomeadamente em psiquiatria e saúde mental, psicoterapia, luto complicado/prolongado e psiquiatria de ligação.

Médica especialista em Gastrenterologia, tem particular interesse em Hepatologia, na área do Fígado Gordo alcoólico e não-alcoólico, assim como em Saúde Publica. Estas áreas têm uma forte relação com a Nutrição, que é a outra área na qual tem tido especial interesse. É Professora Catedrática de Medicina na Faculdade de Medicina de Lisboa, desde 2017. A sua atividade inclui o ensino Pré e Pós-Graduado, coordenação de um Mestrado de Nutrição Clínica, assim como de uma Disciplina em Nutrição do Mestrado Integrado em Medicina. Colabora também numa Disciplina Dietética e Nutrição da Licenciatura em Ciências da Saúde. É Diretora da Unidade de Hepatologia do Departamento de Gastrenterologia do Hospital de Santa Maria, bem como do Laboratório de Nutrição e da Clínica Universitária de Gastrenterologia da Faculdade de Medicina de Lisboa. É Conselheira política para os assuntos da UE da EASL desde Abril de 2016, dedicando-se aos assuntos relacionados com fatores de risco, incluindo políticas relacionadas com os alimentos e com o álcool. A Professora Helena Cortez-Pinto foi presidente da Associação Portuguesa para o estudo do Fígado. (Junho 2013-Junho 2015). É editora associada do Liver International e membro do “Editorial Board” do Journal of Hepatology. Publicou mais de cem artigos científicos em revistas em que se incluem o JAMA, Gastroenterology, Hepatology, Journal of Hepatology e Liver International.

Isabel Pavão Martins é Neurologista tendo feito a sua formação no Hospital de Sta Maria em Lisboa e também no National Hospital for Nervous Diseases em Londres. É Professora Associada de Neurologia na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL) e Consultora de Neurologia responsável pela consulta de Cefaleias no Hospital de Sta Maria, CHLN em Lisboa. É Directora do Departmento de Educação Médica da FMUL. Foi Presidente da Sociedade Portuguesa de Neurologia (2008-2010) e Presidente do Conselho Pedagógico da Faculdade de Medicina de Lisboa (2015-2017). Os seus interesses principais são as Cefaleias e a Neurologia do Comportamento. Tem cerca de 150 publicações nessas áreas.

João Eurico Cabral da Fonseca realizou a licenciatura em Medicina (1992), o Doutoramento (2004) e a Agregação (2010) na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Terminou a especialidade de Reumatologia em 2000. Completou em 2010 uma pós graduação em gestão de saúde na AESE – Escola de Direção e Negócios de Lisboa. É Diretor do Serviço de Reumatologia, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, Hospital de Santa Maria, Centro Académico de Medicina de Lisboa. É também diretor do Instituto de Semiótica Clínica,  Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa e da Unidade de Investigação em Reumatologia, Instituto de Medicina Molecular, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa. É Professor Catedrático, Vice-presidente do Conselho Científico, Coordenador dos Módulos III.IV, III.V e V.II, Regente de Reumatologia, Introdução à Clínica e Estágio Hospitalar da Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa. Participou como investigador principal em mais de 20 ensaios clínicos na área da Artrite Reumatóide e tem focado o seu trabalho de investigação em marcadores de diagnóstico, prognóstico e tratamento das doenças inflamatórias articulares, com um interesse especial na membrana sinovial. É autor de mais de 280 artigos científicos indexados no Pubmed e membro do corpo editorial de várias revistas científicas.

Licenciado em Medicina pela Universidade de Lisboa em 1988. Realizou o Internato Complementar de Hematologia Clínica no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e no Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, em Nova Iorque, entre 1991 e 1995. Prestou provas de Doutoramento em 1998 e de Agregação em 2007 na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Presentemente é Assistente Graduado Sénior (Chefe de Serviço) de Hematologia Clínica do Hospital de Santa Maria, Professor Catedrático, Director da Clínica Universitária de Hematologia e Coordenador do Núcleo da Cooperação Internacional da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, e Líder de Grupo do Instituto de Medicina Molecular. É coordenador do consórcio TREGeneration financiado pelo Programa Quadro da Comissão Europeia Horizon 2020. É ainda Vice-Presidente do Centro de Investigação Clínica, membro da Comissão de Ética e responsável pelas Sessões Científicas do Centro Académico de Medicina de Lisboa.

Nasceu em 1974, licenciou-se em Medicina (Faculdade de Medicina da Universidade Lisboa; FMUL) em 1998 e tornou-se especialista em Neurologia, Neurofisiologia Clínica e Farmacologia Clínica. Os seus principais graus académicos são: Mestre em Neurociências (FMUL); Mestre em Eletrodiagnóstico Neurológico (Universidade de Barcelona); Doutor em Medicina pela Disciplina de Neurologia (FMUL); e Bolsa de Pós-Doutoramento pelo CIBERNED (Ministério da Saúde da Espanha). As suas principais atividades atuais são: Professor Associado de Farmacologia Clínica e Terapêutica (FMUL); Vice-Diretor do Centro de Medicina Baseada em Evidência (FMUL); Editor Coordenador, Cochrane Movement Disorders; Investigador Principal, Unidade de Farmacologia Clínica (IMM); Membro do Board, Grupo de Trabalho de Educação, Associação Europeia de Farmacologia Clínica e Terapêutica; Presidente, grupo de elaboração de Guidelines, European Academy Neurology; e Presidente da Faculdade de Farmacologia Clínica (Conselho Geral de Medicina). Publicou mais de 200 artigos indexados no Medline / Embase. Prémio mais relevante: Prémio Científico da Universidade de Lisboa.

Licenciatura em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa - UNL (1982). Especialista em Dermatologia pelo Hospital Santa Maria (1991) e pela Ordem dos Médicos (1992). Director do Laboratório de Histopatologia Cutânea do Serviço de Dermatologia, do Hospital de Santa Maria, CHULN (1999- ). Assistente Hospitalar Graduado de Dermatologia, do Serviço de Dermatologia, do Hospital de Santa Maria, CHULN (2002-). Diploma in Dermatopathology, pela UEMS e International Board of Dermatopathology (2004). Doutoramento em Medicina pela FMUL (2010). SubEspecialidade de Dermatopatologia da Ordem dos Médicos (2012). SubDirector do Departamento de Educação Médica, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (2019-20). Editor de diversas revistas médicas nacionais e internacionais. Autor de mais de 100 artigos indexados na Medline, 5 capítulos de livros e mais de 200 comunicações científicas.

Membro Honorário e Coordenadora do Programa de Formação em Educação Médica do Departamento de Educação Médica (DEM) da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

Cargos Internacionais

  • AMEE Past President (maior Associação Internacional de Educação Médica) 2006 -2013
  • AMEE Executive 2000 - 2020
  • Consultora Internacional da AMEE 2020 - 2021
  • Chair of BEME_COLLABORATION_BOARD 2015 - 2021
  • UNESCO International Council of Education Department-Chair-in-Bioethics 2019-2021
  • Júri do Karolinska Institutet Prize on Research on Medical Education, 2006 – 2021

 

Atividade Científica

Coautor de 5 livros sendo o último: The Definitive Guide to the OSCE: The Objective Structured

Clinical Examination as a performance assessment. Harden, Lilley, Patricio. 2016. Publicou mais

de 25 artigos (primeiro autor em 12) em revistas internacionais e tem mais de 160

conferências internacionais por convite

 

Acreditação de Faculdades de Medicina

Membro da equipa de avaliação externa em 20 processos

Prémios e Distinções

  •  Louvor e Medalha da FMUL, Conselho Científico, 2002
  •  AMEE Life Time Achievement, 2013
  •  Honorary Membership of the Reial Académie de Medicina de Catalunya, 2012
  •  Gusi International Peace Prize, Fundação Gusi, Manila, 2018
  •  Doutor Honoris Causa, Universidade Federal Ciências da Saúde de Porto Alegre, 2018

 

Paulo Jorge Nicola é médico, com interesse e experiência no desenho, execução e desenvolvimento de estudos clínicos e epidemiológicos. Os seus interesses de investigação incluem também a estatística, informática médica, investigação em serviços de saúde e em políticas de saúde. Foi formado em Investigação Clínica e Epidemiologia na Clínica Mayo, EUA, e lidera projetos e grupos de investigação na Unidade de Epidemiologia do Instituto de Prevenção da Medicina e Saúde Pública, na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL). É também docente no Departamento de Engenharia e Gestão do Instituto Superior Técnico (IST). A experiência relevante do passado inclui a colaboração na avaliação do Sistema de Saúde português e do Plano Nacional de Saúde com a Organização Mundial de Saúde-Europa, a coordenação do Plano Nacional de Saúde de 2009-11 e a assessoria da Secretária de Estado do Ministério da Saúde entre 2011 e 2015. Como docente na FMUL, foi responsável pela criação e organização de cursos e programas de pós-graduação na área da epidemiologia e métodos de investigação clínica, nomeadamente o Mestrado em Epidemiologia.

Mestre em Medicina pela FMUL em 2018, o seu percurso académico foi intensamente marcado pelo associativismo, tanto na Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa como na Associação Nacional de Estudantes de Medicina, através das quais descobriu o mundo da pedagogia, da Educação Médica e da política educativa. Durante esse período e, posteriormente, como membro do Conselho de Escola da FMUL, participou na redação conjunta pelos representantes dos alunos do documento intitulado “Reforma dos Anos Clínicos – Recomendações dos Estudantes”, contributo importante para a reestruturação do ensino clínico da faculdade. O seu interesse na Educação Médica culminou na apresentação de um trabalho final de Mestrado no DEM, com enfoque nas competências dos recém-graduados em Medicina. Desde 2018, é assistente de Microbiologia na FMUL e, desde 2020, médico interno de Anestesiologia no CHULN. É ainda Diretor de Qualidade e Recursos Humanos na empresa EKOS – Formar para a Especialidade.

Diretor do Serviço de Gastrenterologia, Hepatologia, Centro Hospitalar Lisboa Norte, 2018. Professor Associado com Agregação da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL). Presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (2019-2021). Membro do Colégio de Gastrenterologia da Ordem dos Médicos. Membro do Advisory Board da European Liver Patient Association (ELPA). Fellow da Associação Americana para o Estudo das Doenças do Fígado desde 2018.. Diretor do Centro de Medicina Paliativa da FMUL, desde 2020. Membro do Conselho Pedagógico da FMUL, desde 2011. Medalha de Mérito da Ordem dos Médicos, 2015. Editor-chefe da Acta Médica Portuguesa (2011-2016). 122 artigos indexados na PubMed incluindo New England Journal Medicine (4º e 8º autor), Gastroenterology, Liver International, Journal Viral Hepatitis, Annals Oncology, Lancet Gastr Hepatol, World J Gastroenterol, Endoscopy, etc. Organizador de 35 reuniões incluindo a Semana Digestiva (Congresso Nacional de Gastrenterologia) 2017, 2020. Formação de 400 horas em gestão de saúde, comunicação de más notícias, conflitos, qualidade, auditoria, proteção de dados, gestão do tempo, liderança, coaching, etc.

Rui Lourenço Teixeira é mestre em Medicina. É docente desde 2011 tendo leccionado diversas várias disciplinas das ciências básicas e pré-clínicas na FMUL. É também docente convidado da Pós-Graduação em Pedagogia do Ensino Superior do Instituto de Educação da ULisboa. Desempenhou funções como investigador junior em diversos projectos de investigação translacional, bem como de co-investigador em vários ensaios clínicos. É actualmente interno-doutorando em Medicina-Reumatologia no Hospital de Santa Maria e investigador do Instituto de Medicina Molecular. É o primeiro embaixador do Programa "Observar e Aprender" na Faculdade de Medicina, um programa da Universidade de Lisboa para a formação inter-pares dos docentes das várias unidades orgânicas da Universidade. Foi membro da Assembleia Estatutária e do Conselho de Escola da nossa Faculdade. É presentemente o representante português na Junior Doctor Network da World Medical Association.

Licenciado e Doutorado em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Pós-graduado em Gestão na Saúde, Universidade Católica Portuguesa, é Especialista em Medicina Interna e Professor Auxiliar na Faculdade de Medicina de Lisboa. É também Diretor do Departamento de Qualidade em Saúde da Direção Geral de Daúde,  representante de Portugal em vários comités ligados à saúde na Comissão Europeia e desde março de 2020, integra a coordenação executiva da Task-Force COVID-19 da Direção-Geral da Saúde.

Chefe de Serviço da Carreira Médica Hospitalar do Serviço de Neurologia do CHLN. Doutorado em Medicina Área de Neurologia. Professor Auxiliar de Neurologia. Director do Laboratório de Hemodinâmica Cerebral do S. Neurologia do Hospital de Santa Maria. Professor Regente da Disciplina opcional de História da Medicina. Professor Regente da Disciplina de Processamento de Sinais de Engenharia Biomédica IST /FML. Presidente da Assembleia-Geral da Sociedade Portuguesa de Neurologia. Ex-Presidente da Direcção da Sociedade Portuguesa de Neurologia (2011-2017). Ex- Presidente da Direcção do Colégio de Neurologia da Ordem dos Médico1 (2001-2004).

cartaz

O Journal Club do DEM, coordenado pela Professora Catarina Fonseca e pelo Dr. Tomás d´Elvas Leitão, centra-se na apresentação e discussão de artigos em Educação Médica.

  • O Manual de Pedagogia 
  • Swanwick T, Forrest K, O´Brien B, editors: Understanding Medical Education: Evidence, theory and practice. 3rd ed. New York: John Wiley & Sons Inc; 2019.
  • Cantillon P, Wood D, Yardley S. ABC of learning and teaching medicine. 3rd ed. New York: John Wiley & Sons Inc; 2017.
  • Harden R, Hunt D, editors. A practical guide for medical teachers. 5th ed. London: Elsevier; 2017.
  • Harden R, Laidlaw JM. Essential skills for a medical teacher: An introduction to teaching and learning in Medicine. 2th ed. London: Elsevier Health Sciences; 2016.

 

  • Martins IP, Fonseca AC, Pires L, Ferro JM. Undergraduate neurology teaching: Comparison of an inpatient versus outpatient clinical setting. Eur J Neurol. 2020 Dec 13. doi: 10.1111/ene.14677 
  • Frenk J, et al. (2010). The Lancet Report: Health professionals for a new century: transforming education to strengthen health systems in an interdependent world. The Lancet,  376(9756); 1923-1958.
  • Norcini J, Anderson B, Bollela V, Burch V, Costa MJ, Duvivier R, Galbraith R, Hays R, Kent A, Perrott V,  Roberts T. (2011). Criteria for good assessment: Consensus statement and recommendations from the Ottawa 2010 Conference. Medical Teacher, 2011; 33(3): 206–214.
  • Mulvany, M. J., Deckert, J., Gordon, D., Karle, H., Lackovic, Z., & Lindgren, S. Standards for PhD. Education in Biomedicine and Health Sciences in Europe. 2012. For ORPHEUS, Association for Medical Schools in Europe (AMSE), World Federation for Medical Education (WFME). 2012. Aarhus University Press, Aarhus, Denmark. ISBN, 978(87), 7934. 
  • A Reforma Curricular na FMUL. Relatório de Concretização do Processo de Bolonha 2008-2009. FMUL dezembro de 2009.
  • Harden, RM. (1999). AMEE Guide No. 14: Outcome-based education: An introduction to outcome-based education. Medical Teacher 21.1: 7-14.
  • Harden RM, Crosby JR, Davis MH, Friedman M. (1999). AMEE Guide No. 14: Outcome-based education:  From competency to meta-competency: a model for the specification of learning outcomes. Medical Teacher, 21(6): 546-552.
  • Holmboe ES, Sherbino J, Englander R, Snell L, Frank JR on behalf of the ICBME Collaborators. A call to action: The controversy of and rationale for competency-based medical education. Medical Teacher 2017; 39:6, 574-581.
  • M. Harden, Janet Grant, Graham Buckley, IR Hart, R. "BEME Guide No. 1: Best evidence medical education." Medical Teacher 1999: 21: 553-562.
  • High Level Group report on the new modes of learning and teaching in universities 2014. ec.europa.eu/dgs/education_culture/.../reports/modernisation-universities_en.pdf
  • Tuschling, A., & Engemann, C. (2006). From education to lifelong learning: The emerging regime of learning in the European Union. Educational philosophy and theory, 38(4), 451-469.
  • Ruiz, J. G., Mintzer, M. J., & Leipzig, R. M. The impact of e-learning in medical education. Academic medicine 2006; 81: 207-212.
  • Khogali, S. E. O., Davies, D. A., Donnan, P. T., Gray, A., Harden, R. M., McDonald, J & Yu, N. Integration of e-learning resources into a medical school curriculum. Medical teacher, 2011; 33:311-318.
  • Loewen, P., Legal, M., Gamble, A., Shah, K., Tkachuk, S., & Zed, P. Learner: preceptor ratios for practice‐based learning across health disciplines: a systematic review. Medical education, 2017; 51: 146-157.
  • Evans, N. R., Warne, B., & Wood, D. F. Developing a pragmatic medical curriculum for the 21st century. Medical Education, 50(12), 1192-1194.
  • http://www.gmc-uk.org/education/undergraduate/undergraduate_policy.asp
  • Association of American Medical Colleges Liaison Committee on Medical Education (2011). Functions and Structure of a Medical School. Standards for Accreditation of Medical Education Programs Leading to the Md degree (umsc.org.uic.edu/documents/LCME_standards.pdf). Tomorrow's doctors. General Medical Council. Education Committee
  • Word Federation of Medical education (2012). WFME global standards for quality improvement (http://www.wfme.org/standards).
  • Van Zanten, M., Norcini, J. J., Boulet, J. R., & Simon, F. (2008). Overview of accreditation of undergraduate medical education programmes worldwide. Medical education, 2008; 42: 930-937.

 

Centro de Recursos do DEM

É quase impossível para o docente das profissões da saúde manter-se atualizado na área.  Várias iniciativas foram criadas pela AMEE, the Association for Medical Education in Europe, também designada por International Association of Medical Education (www.amee.org), a maior Associação a nível mundial na área de Educação Médica, com membros em mais de 90 países nos 5 continentes. O objetivo destas iniciativas é apoiar e fornecer aos docentes e outros stakeholders fontes de informação prontamente acessíveis sobre tópicos educacionais específicos

O estatuto de Membro Institucional Premium da AMEE, foi oferecido à FMUL sem qualquer custo. É neste contexto que o DEM partilha links em Educação Médica bem como diversas iniciativas da AMEE, disponibilizadas, com o objetivo de apoiar a prática docente, nomeadamente:

  • Medical Education Associations
  • Medical Education Journals
  • Useful databases and sites
  • AMEE Initiatives:
    • AMEE Annual Conferences
    • AMEE Resource Centre
    • AMEE Guides
    • BEME Guides
    • MedEdWorld
    • MedEdPublish
    • askAMEE
    • AMEE Webinars
    • AMEE Blogs

 

teclado

Consulte as orientações sobre estes recursos que preparámos para si. Clique na imagem!

 ​​​​​​​

Links e Recursos em Educação Médica

Share
Contactos

Elisabete Lopes
Extensão interna: 51887 

 

Onde estamos?
O nosso gabinete está situado no Piso 3 por cima da Aula Magna no edifício central do Hospital, ao lado do Departamento de Audiovisuais. Deve entrar pela escada que fica por cima da Central de Consultas.

Telefone
+351 21 793 4480