Escolas Médicas mantêm-se com aulas não presenciais e avaliação à distância

 

logo cemp

 

O Conselho de Escolas Médicas Portuguesas (CEMP), reunido a 18 de maio de 2020, analisou, uma vez mais, a situação a nível nacional no que se refere à pandemia COVID-19 e ao impacto da mesma no funcionamento das Escolas Médicas em Portugal e entende tornar público o seguinte:

 

  1. É posição comum e consensual das Escolas Médicas Portuguesas manter o regime de aulas não presenciais até ao final do presente ano letivo, considerando os resultados alcançados até ao momento e a apreciação muito positiva por parte de toda a comunidade académica.
  2. Os planos de reativação das atividades de investigação e das atividades de apoio técnico e administrativo iniciaram-se e estão a ser implementados em cada Escola de forma progressiva e cautelosa, mediante uma monitorização do evoluir da situação.
  3. Todas as Escolas Médicas Portuguesas estão empenhadas em dar prioridade a metodologias de avaliação à distância, recorrendo a metodologias telemáticas, podendo, no entanto, e de acordo com a autonomia de cada Escola e com circunstâncias específicas, realizar avaliações presenciais, desde que asseguradas as normas de segurança necessárias.

 

 

O CEMP tem assumido uma posição de constante interesse e monitorização da situação a nível nacional e o mesmo continuará a fazer, em prol de um ensino e investigação médica de reconhecida qualidade, num ambiente que garanta, em primeiro lugar, a segurança da comunidade académica que representa.

 

Portugal, 18 de maio de 2020

 

 

O Conselho de Escolas Médicas Portuguesas, 

 

Fausto J. Pinto, Presidente do CEMP e Diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Altamiro da Costa Pereira, Diretor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Carlos Robalo Cordeiro, Diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra

Henrique Cyrne Carvalho, Diretor do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar

Isabel Palmeirim, Presidente do Departamento de Ciências Biomédicas e Medicina da Universidade do Algarve

Jaime Branco, Diretor da Nova Medical School | FCM da Universidade Nova de Lisboa

Miguel Castelo Branco, Presidente da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior

Nuno Sousa, Diretor da Escola de Medicina da Universidade do Minho