Cuidados Paliativos

Os cuidados paliativos representam hoje um padrão de referência dos cuidados aos doentes com doenças crónicas avançadas e às suas famílias. Esta área do saber decorre do crescente envelhecimento da população e da correspondente mudança nos padrões de mortalidade e morbilidade bem como de um contexto societal de individualização crescente dos laços familiares, mas também como reação a um aumento do sofrimento de populações vulneráveis por abandono ou por obstinação terapêutica numa sociedade crescentemente tecnologizada. Os cuidados paliativos têm-se vindo a implantar progressivamente, na última década, na área clínica, na investigação, no ensino e na sociedade.

A Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na sequência da organização dos primeiros cursos pós-graduados (2000 e 2001), criou pioneiramente, no país, o curso de mestrado em cuidados paliativos (2002-2003) e tem contribuído, deste modo, para a formação pós-graduada profissionalizante (mais de 380 profissionais de saúde) e para o desenvolvimento da investigação científica nesta área.

Temos visto com satisfação muitos dos nossos mestres e formandos em cuidados paliativos assumirem a criação e o desenvolvimento de equipas/unidades de cuidados paliativos por todo o país bem como a implementação de ações de divulgação nesta área do conhecimento.

A publicação do Manual de Cuidados Paliativos (com uma 3ª edição revista e muito aumentada em 2016) constitui-se já numa referência particularmente bem aceite no mundo profissional, científico e cívico.

O mestrado tem tido a colaboração, desde o início, de universidades internacionalmente prestigiadas: Universidade de Sheffield, Universidade do Texas, M. D. Anderson Cancer Center, Medical College of Wisconsin Palliative Care Center, University of California, Universidade de Barcelona, Hospital Universitário La Paz-Madrid, Universidade de Vic-Catalunha, Faculdade de Medicina-Pamplona e Departamento de Medicina da Universidade de Otava.

Objetivos

O curso tem como objetivos dar qualificação académica e profissional em cuidados paliativos, visando uma prestação de cuidados de saúde mais eficiente, promovendo a investigação nos serviços de saúde.

Aquisição de Competências

No final do curso, o aluno deverá ter adquirido competências que permitam:

  • Integrar informação teórica e prática pertinente e atualizada no domínio dos cuidados paliativos;
  • Manejar técnicas de avaliação e de terapêuticas que possibilitem a abordagem clínica em cuidados paliativos;
  • Desenvolver planos de formação em serviço para os profissionais de saúde em cuidados paliativos;
  • Refletir crítica e eticamente e problematizar temáticas existenciais, espirituais e técnicas que o exercício dos cuidados paliativos levanta;
  • Desenvolver investigação em cuidados paliativos nos serviços de saúde;
  • Organizar equipas, unidades e serviços de cuidados paliativos;
  • Integrar informação teórica e prática pertinente e atualizada no domínio dos cuidados paliativos.
Destinatários e Vagas

Têm acesso os candidatos que possuam formação em Medicina, Enfermagem, Psicologia, Serviço Social ou áreas afins por uma Universidade Portuguesa ou de habilitação legalmente equivalente.

O curso funcionará com o número mínimo de 10 e o máximo de 20 inscrições.

Comissão Científica

Prof. Doutor António Barbosa – Coordenador
Prof. Doutor Luís Costa
Prof. Doutor Rui Tato Marinho
Mestre Paulo Reis Pina
Mestre Isabel Galriça Neto (Consultora)
Mestre Filipa Tavares (Consultora)
Prof. Doutor Peter Lawlor (Consultor)