Introduction to Medicine
Director

A Área Disciplinar Autónoma de Introdução à Medicina tem a finalidade de sensibilizar o aluno para a prática de uma medicina mais humanizada e para uma compreensão global das diversas vertentes da profissão médica a partir de um modelo relacional.
Pretende-se que o aluno adquira a capacidade de reconhecer e respeitar as diferenças entre indivíduos e sociedades integrando novas formas de aprender e agir que desenvolvam a capacidade crítica e a responsabilização global.
- No final do módulo, o aluno deverá ser capaz de demonstrar estar sensibilizado para a importância dos seguintes aspetos nos diversos contextos do exercício profissional. Humanização da medicina valorizando a pessoa humana em função da sua individualidade, resiliência e vulnerabilidade na saúde e na doença;
- Perspetiva multicultural reconhecendo, compreendendo e respeitando a diferença na sociedade;
- Competência do futuro médico, nomeadamente no que concerne à comunicação, relação, ética e cultura científica;
- Responsabilidade e atuação do futuro médico, reconhecendo o impacto da sua intervenção na pessoa e no seu contexto enquanto clínico, educador e agente de progresso na sociedade.

A atividade científica desenvolve-se fundamentalmente três linhas de investigação:
Investigação em competências de comunicação/relação clínica
- Eficácia de um programa de formação em competências de comunicação
- Atitudes de comunicação clínica
- Emoção e empatia
- Comunicação humana no primeiro ano de vida
- Competências de comunicação no contexto pediátrico
Investigação em ciências psicossociais aplicadas à saúde
- Literacia em saúde: avaliação e promoção de competências
- Narrativas em cuidados intensivos e doença crónica
- Processo de luto em cuidados paliativos
- Investigação em educação médica
- Avaliação de competências clínicas
- Revisão sistemática da fiabilidade, validade e viabilidade do OSCE (Exame clínico, objetivo e estruturado) enquanto método de avaliação de competências no ensino pré-graduado em Medicina
Investigação no âmbito da docência
- Com a finalidade de monitorizar, avaliar e desenvolver o processo de ensino aprendizagem na Área Disciplinar de Introdução à Medicina nomeadamente nas componentes práticas relativas ao ensino na comunidade (visitas, entrevista/relatório e seminário de partilha de experiências.

A Área Disciplinar Autónoma de Introdução à Medicina integra o Núcleo de Ensino e Investigação de Competências de Comunicação e Relação tendo como missão o ensino e investigação em competências de comunicação e relação e os seguintes bjetivos:
a. Dinamizar o ensino pré e pós-graduado em competências de comunicação e relação, na FMUL;
b. Promover a formação contínua de docentes em articulação com o DEM e com o Conselho Pedagógico;
c. Disponibilizar apoio bibliográfico e multimédia específico;
d. Estimular a investigação científica nesta área e acolher projetos nacionais e internacionais;
e. Criar uma unidade de e-learning em competências comunicacionais destinada a profissionais de saúde;
f. Fomentar sinergias e parcerias com outras instituições públicas e privadas, e sociedades científicas afins a esta área, nomeadamente com a Sociedade Portuguesa de Comunicação Clínica em Cuidados de Saúde, com a European Association for Communication in Healthcare e com a American Academy on Communication in Healthcare;
g. Divulgar intra e extra FMUL temas relacionados com esta área, nomeadamente através da realização de seminários, workshops e congressos nacionais e internacionais.

Outras Informações

Da equipa faz parte o Prof. Doutor António Barbosa, Coordenador, que em termos contratuais está vinculado à Clínica Universitária de Psiquiatria e Psicologia Médica.
Os colaboradores não docentes são os mesmos do Centro de Bioética porque asseguram o apoio técnico-administrativo das duas Unidades Estruturais

Share