Projeto Sintra Cresce Saudável integra Academias Gulbenkian do Conhecimento
O Projeto Sintra Cresce Saudável, no qual a FMUL participa como parceiro, foi um dos 35 selecionados, entre mais de 400 candidaturas, para integrar a iniciativa Academias Gulbenkian do Conhecimento. As Academias constituem  um movimento, criado pela Fundação Calouste Gulbenkian em maio de 2018, de promoção de competências para que as crianças e jovens de hoje sejam capazes de enfrentar um futuro em rápida mudança. A Fundação pretende chegar a 10 mil jovens, nos próximos cinco anos, e dotar uma centena de organizações sem fins lucrativos de metodologias e estratégias que, comprovadamente, desenvolvam competências como autorregulação, comunicação, pensamento crítico e resolução de problemas, num universo de sub-25 anos. O Sintra Cresce Saudável é um projeto de intervenção participada de base comunitária para a promoção de estilos de vida saudáveis em contexto escolar, dirigido a crianças do 1º ciclo do ensino básico, promovido pela Câmara Municipal de Sintra. A Faculdade de Medicina de Lisboa, nomeadamente o Laboratório de Nutrição, é um dos parceiros, para a liderança técnico-científica e o responsável pela avaliação. O Sintra Cresce Saudável conta também com o apoio institucional da Direção Geral da Educação, da Direção Geral de Saúde, da Ordem dos Nutricionistas, da Ordem dos Psicológicos, da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO-Portugal) e do colégio F3. O projeto pretende ser um exemplo de boas práticas nas áreas da nutrição comunitária, atividade física e saúde pública, sustentado pela articulação entre a autarquia, a escola, a família, a academia e as organizações de referência nas áreas da promoção de estilos de vida saudáveis. A brochura informativa está disponível no site, ainda em preparação: http://crescesaudavel.sintra.pt.   4 de abril de 2019. Assinatura de protocolo de colaboração com a Câmara Municipal de Sintra, referente ao projeto “Sintra Cresce Saudável”.  A FMUL, representada pela Professora Catarina Sousa Guerreiro, coordenadora do Laboratório de Nutrição. Ler notícia completa