Prof. Doutor João Eurico da Fonseca tomou posse como Diretor da FMUL
Share

Realizou-se, hoje, na Aula Magna, a cerimónia de tomada de posse do novo Diretor da Faculdade de Medicina de Lisboa (FMUL), Prof. Doutor João Eurico da Fonseca. O evento contou com a presença do Diretor Cessante, o Prof. Doutor Fausto J. Pinto, da Prof. Doutora Maria Carmo Fonseca, Presidente do Conselho de escola, do Prof. Doutor Luís Ferreira, Reitor da Universidade de Lisboa e ainda do Presidente da Associação de Estudantes da FMUL, Duarte Graça.

Mesa Presidencial com várias pessoas sentadas

Homem de fato a discursar no púlpito para auditório
Fausto Pinto

 

A sessão começou com o discurso do Prof. Doutor Fausto Pinto que em jeito de despedida fez um balanço, onde destacou as principais e mais relevantes alterações durante os últimos 7 anos, que constituíram os seus dois mandatos: A requalificação da Biblioteca Central,  inauguração da Aula Magna,  Inauguração do edifício Reynaldo dos Santos, Criação do Centro de Estudos de Medicina Aeroespacial, criação e a acreditação do Curso de Mestrado em Imagiologia Cardiovascular e a assinatura de múltiplos protocolos que permitiram criar uma rede de escolas médicas. São apenas alguns exemplos de várias ações que permitiram “manter a FMUL no mais elevado patamar de qualidade num ambiente muito competitivo”. Destacou ainda, a passagem de testemunho como “um momento de despedida em que ficam os agradecimentos à dedicação exemplar de todos desta casa e que são a razão do sucesso da Faculdade.” Manifestou ainda disponibilidade para colaborar com a nova administração.

Maria do Carmo Fonseca relembrou os desafios do futuro, nomeadamente, em termos de expectativas que passam pelo “estabelecimento de uma visão de estratégica da Faculdade” e da “capacidade de saber lidar com possíveis questões políticas como o da formação de mais médicos ou até o da criação de cotas para estudantes estrangeiros.”

Mulher discursar no púlpito para auditório
Maria Carmo-Fonseca

​​​​​​

Assinatura da ata na tomada de posse
Assinatura da ata

 

Seguiu-se a assinatura da ata, o ato formal de tomada de posse. O Professor João Eurico assumiu as novas funções e começou por agradecer a estratégia adotada na passagem de testemunho que considerou “sólida e em movimento” - dando a noção de continuidade - “que muito agradeço”. Destacou algumas condicionantes ao seu mandato, como é o caso “da guerra às portas da Europa, a pandemia e ainda as ondas de choque resultantes da crise da década passada e da qual ainda não saímos.” Não obstante apresentou um conjunto de ações que visa implementar nos anos que agora lhe seguem enquanto Diretor da FMUL.  Ao todo são 7 pilares que são transversais ao Campus e abarcam as instituições e as instalações aproveitando todas as áreas desde a área da comunicação à do financiamento, passando pela investigação com a sinergia de recursos, “visando potenciar a qualidade e quantidade de produção científica. Consolidar a dimensão internacional da FMUL nomeadamente junto da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e da rede de centros académicos clínicos europeus,” são alguns dos destaques.

Homem de fato a discursar no púlpito para auditório
João Eurico da Fonseca

 

Homem de fato a discursar no púlpito para auditório
Luís Ferreira

 

O Reitor da Universidade de Lisboa, Luís Ferreira, evidenciou “a gratidão a Fausto Pinto e à sua equipa por um trabalho que nunca está feito” – que é o de gerir uma Faculdade. Destacou também a enorme “generosidade que é preciso ter para haver disponibilidade para ocupar estes cargos” e manifestou ainda vontade para trabalhar em conjunto com a nova direção.

A Sessão terminou com a música do Coro e Orquestra Médicos de Lisboa com o tema “Rosa Amarela” de Heitor Villa Lobos.

coro

várias pessoas sentadas num auditório