Os efeitos colaterais da pandemia nos estudantes

 

“Ansiedade, angústia, insónia: os efeitos secundários da pandemia nos estudantes” é o título de um artigo publicado no P3 (jornal Público), que nos dá a conhecer as consequências que o novo coronavírus está a ter na vida dos estudantes. As aulas online, os trabalhos, o estudo para os exames tudo sem sair do mesmo sítio. Acresce o aumento da carga horária, em algumas situações.

Este artigo decorre de um estudo promovido pelo Hospital Júlio de Matos sobre os sintomas depressivos gerados em parte pelo isolamento, “os estudantes com mais de 18 anos são um dos grupos em que as medidas de isolamento social podem estar a ter um maior impacto, agravando sintomas de depressão, ansiedade e de insónia”. Após a aplicação de inquéritos online, os especialistas consideram os seus resultados “surpreendentes”, tornando-se necessário que as instituições de ensino elaborem “um plano de saúde mental”.

De entre os vários relatos presentes neste artigo, podemos ler o de Ana, estudante do 2.º ano da FMUL.

Torna-se essencial a criação de estratégias para enfrentar esta situação de “mau estar psicológico”.

Aos nossos alunos, relembramos que em situações idênticas poderão contactar o Espaço S através do endereço: espacos@medicina.ulisboa.pt

 

Leia o artigo na íntegra aqui.