Hoje é dia internacional da audição
Share

Neste dia Internacional da Audição devemos lembrar a sua importância fundamental na Comunicação e no bem-estar da Sociedade. A perda auditiva assume diferentes aspetos consoante o grupo etário e atualmente o maior grupo com surdez está associado com o envelhecimento. A surdez na idade avançada contribui para o isolamento social e tem um grande impacto na saúde mental.

O traumatismo sonoro danifica definitivamente as células ciliadas do ouvido interno. É necessário informar e sensibilizar a população para este aspeto. Muito se tem feito a nível industrial e nos locais de trabalho, havendo regulamentação específica. No entanto nas atividades de lazer por vezes subestima-se os danos provocados pelo ruído.

"No ano lectivo 2018-2019 convertemos esta necessidade de sensibilizar a população jovem para o problema num projeto pedagógico colaborativo da Cadeira de ORL. A ideia foi, em conjunto, desenharmos uma estratégia para empurrar a idade em que se torna necessário utilizar uma prótese auditiva. No fundo, era fazer com que os jovens ganhassem mais respeito pela audição de forma que a função auditiva ficasse preservada mais anos. Como tínhamos vários alunos Erasmus pensamos numa escala europeia. Tornou-se num projeto fascinante pelo entusiasmo gerado entre os Estudantes de ORL. Os jovens têm uma extraordinária imaginação e assim os vários grupos criaram muito material de sensibilização quer para as crianças mais pequenas, quer para os alunos dos liceus e professores. Desenharam logos para t-shirts, cartazes, brochuras, vídeos, livros de histórias, marcadores de livros, podcasts etc. Os Estudantes chegaram a ir às escolas com o objetivo de fazerem sessões de sensibilização, tendo sido muito bem recebidos. Todo o projeto foi apresentado na Exposição "Em todos os Sentidos", organizada pela Universidade de Lisboa que se realizou no Edifício do Caleidoscópio. Esta fascinante intervenção dos Estudantes de ORL ficou registada no livro Os Estudantes de ORL na UL editado pela Clínica Universitária de ORL da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Esta publicação regista muito do que foi feito e através dela transparece a energia, a imaginação e o sentido de responsabilidade desta nova geração de jovens médicos."

Professor Óscar Dias

Óscar Dias | Professor da FMUL e Médico Otorrinolaringologista