Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar

O aumento da esperança de vida e as modificações ambientais ao nível da disponibilidade alimentar e do sedentarismo criaram condições para uma alteração profunda ao nível da morbilidade e risco de mortalidade dos seres humanos nos países desenvolvidos.

Esta constatação necessita ser acompanhada dum aprofundamento do conhecimento e investigação nesta área, numa perspectiva multidisciplinar.

As transformações ocorridas deverão ser estudadas ao nível universitário, nos ramos de conhecimento que estão afins, duma forma transversal – saúde pública, biologia, bioquímica, genética, psicologia, psiquiatria, nutrição, clínica da obesidade, da diabetes e das doenças cardiovasculares, cirurgia.

Objetivos

Objetivos Gerais

Aumentar o conhecimento nas áreas das disciplinas administradas de modo a exercer a profissão a que está destinada a sua licenciatura duma forma mais avançada. Nomeadamente adquirir competência ao nível da compreensão das determinantes e consequências da doença e dentro desta área o que é prevenção, o que é gestão da saúde e a centralidade do doente e das pessoas em geral.

Objetivos específicos

Dotar os profissionais, com o grau de Mestre com competências específicas para exercer funções técnicas em áreas como a obesidade, as doenças do comportamento alimentar e as doenças metabólicas.

Aquisição de Competências

Os mestres em Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar podem desempenhar funções nesta área em organismos públicos destinados à prevenção de obesidade e diabetes, sejam aqueles que dependem do Ministério da Saúde sejam os que dependem do Ministério da Educação. Também ficam diferenciados em grau mais elevado para o emprego na indústria agroalimentar e para a clínica privada ou pública, tendo adquirido instrumentos para a progressão. Poderão integrar equipas de investigação, inserindo-se em projectos, como colaboradores. Na carreira profissional o mestrado é integrado na progressão e destaque em clínica ou administração dietética ou nutricional, enfermagem, engenharia alimentar, psicologia relacionada com a clínica de comportamento alimentar e Medicina.

Destinatários e Vagas

Os titulares do grau de mestre ou o equivalente legal nas seguintes áreas do conhecimento nas áreas de medicina, biologia, psicologia, dietética, nutrição, motricidade humana, enfermagem ou ciências afins.

A título excepcional, os titulares do grau de licenciado ou equivalente legal, detentores de um currículo escolar ou científico, especialmente relevante, que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos, pela comissão científica do curso de Mestrado em Doenças Metabólicas e Comportamento Alimentar.

O curso funcionará com um número máximo de 16 vagas.

Comissão Científica

Prof. Doutor Manuel Diamantino Pires Bicho – Coordenador
Prof. Doutor Daniel José Branco de Sampaio
Prof. Doutor Henrique Manuel Bicha Castelo
Prof. Doutor José Manuel Braz Nogueira
Prof.ª Doutora Maria Isabel Augusta Cortes do Carmo
Prof.ª Doutora Maria Helena Regalo da Fonseca
Prof. Doutor Pedro Jorge do Amaral de Melo Teixeira
Prof. Doutor Nuno Santos
Prof. Doutor Diogo Telles Correia
Prof. Doutor Mário Mascarenhas