• pt
  • en

Prémio Ciência – UNIVERSIDADE DE LISBOA 2017 entregue a Maria de Sousa

 

A imunologista Maria de Sousa foi escolhida pelo júri do Prémio Universidade de Lisboa 2017 para receber o prémio Ciência, que teve lugar no passado dia 13 NOV, tendo sido presidida pelo reitor da Universidade de Lisboa António Cruz Serra, que distinguiu “uma das primeiras mulheres portuguesas a serem reconhecidas internacionalmente pelas suas descobertas científicas” para o prémio deste ano. 

Através do seu trabalho sobre a distribuição dos linfócitos T nos mamíferos, a cientista de 77 anos explicou, nos anos 1960, o fenómeno demigração dos linfócitos do timo e da medula para os órgãos linfóides periféricos. A descoberta foi determinante para o seu percurso e passou a integrar todos os manuais da especialidade.

Maria de Sousa formou-se na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Entre 1964 e 1966, esteve nos Laboratórios de Biologia Experimental em Mill Hill, em Londres, como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian.

Profundamente estimada e muito respeitada na comunidade científica, Maria de Sousa é também uma humanista que cultiva o gosto pelas artes, pela história e pela poesia.

A Universidade de Lisboa premeia uma mulher que contribuiu de forma notável para o progresso da Ciência e para a projeção de Portugal no Mundo.

 

(Créditos da foto: Egídio Santos / U.Porto)

Copyright 2017 | Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa |