• en
  • pt

CONCURSO ESPECIAL PARA LICENCIADOS

 

RESULTADOS

 


ALUNOS INTERNACIONAIS – INFORMAÇÃO ADICIONAL:

Os candidatos que sejam considerados como internacionais, ao abrigo da legislação em vigor (Decreto-Lei n.º 36/2014, de 10 de março), não poderão concorrer ao Concurso Especial para Acesso ao Curso de Medicina por Titulares do Grau de Licenciado.
Qualquer candidatura neste âmbito será considerada como não admitida ao concurso:

O ingresso nas instituições de ensino superior, nos seus ciclos de estudos de licenciatura e integrados de mestrado, por estudantes internacionais realiza-se, exclusivamente, através do concurso especial de acesso e ingresso regulado pelo presente diploma” – Artigo 4.º do Decreto-Lei n.º 36/2014.

São candidatos internacionais:

  • Todos os candidatos que não tenham a nacionalidade portuguesa, com exceção dos:

a) Nacionais de um Estado membro da União Europeia;

b) Os que, não sendo nacionais de um Estado membro da União Europeia, residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, bem como os filhos que com eles residam legalmente.

De modo a comprovar a residência legal há mais de dois anos, os candidatos deverão enviar juntamente com a restante documentação indicada no artigo 14.º do regulamento do concurso, o certificado de contagem de tempo emitido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

 


O Decreto-Lei nº 40/2007, de 20 de fevereiro institui e regula o Concurso Especial para Acesso ao Curso de Medicina por Titulares do Grau de Licenciado.

 

Regulamento do Concurso Especial para Acesso ao Curso de Medicina por Titulares de Grau de Licenciado

 

Valor do Emolumento – 150€ de acordo com o definido na Tabela de emolumentos para os atos praticados nos serviços da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa – Despacho n.º 6968/2016

 


DESPACHOS

Calendário

Júri

Vagas

 


CHECK-LIST referida no n.º 2 do Artigo 14.º do Regulamento do Concurso

 


PRÉ-REQUISITO

Grupo A – Comunicação Interpessoal:

Ausência de deficiência psíquica, sensorial ou motora que interfira gravemente com a capacidade funcional e de comunicação interpessoal a ponto de impedir a aprendizagem própria ou alheia.

Forma de comprovação -Declaração médica, sob a forma de resposta a um questionário, nos termos do regulamento publicado como anexo III à Deliberação n.º 218/2018, de 26 de fevereiro 

Minuta do Pré-requisito Grupo A (Apenas esta será aceite como comprovativo de pré-requisito. Não serão aceites outros tipos de declaração/atestados médicos).

 


PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

 

Contactos:
@: conclicenciados@medicina.ulisboa.pt
T: 21 798 51 28 | 21 799 95 60

 

 

Copyright 2018 | Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa |