• en
  • pt

MESTRADO
MICROBIOLOGIA CLÍNICA E DOENÇAS INFECCIOSAS EMERGENTES

APRESENTAÇÃO

 

Ano Letivo: 2018/19     |     Início das aulas: OUT’18


A informação não dispensa a consulta do edital (.PDF)


RESULTADOS DA 1.ª FASE DE CANDIDATURAS

 

 

Com Acreditação prévia em 2016 | Limite de vagas fixado: 15

Registo inicial: R/A-Cr 111/2016 de 14-07-2016

120 ECTS | 4 Semestres | CNAEF 729 Saúde – programas não classificados noutra área de formação | Código: M927

Grau atribuído: Mestre


Comissão Científica

Prof.ª Doutora Emilia Valadas (Coordenadora) – FMUL
Prof. Doutor José Melo Cristino (Coordenador) – FMUL
Prof. Doutor Thomas Hanscheid – FMUL
Prof. Doutor Mario Ramirez – FMUL
Prof. Doutor Pedro Simas – FMUL
Prof. Doutor Joao Carriço – FMUL
Prof. Doutor Fernando Boinas – FMVUL

INTRODUÇÃO

As doenças infecciosas permanecem uma importante causa de morbilidade e mortalidade a nível global. A emergência de novos agentes, a re-emergência de agentes que julgávamos controlados e o desenvolvimento de (multi-)resistências aos antimicrobianos são exemplos da rápida evolução do conhecimento nas áreas de Microbiologia Clínica e de Doenças Infecciosas.

A exigência e responsabilidade no exercício profissional requer atualização e especialização, em ações estruturadas, de profissionais que possam dar resposta adequada às atividades assistenciais mas, igualmente, às áreas científicas e pedagógicas da formação avançada e qualificada.

Este ciclo de estudos nas áreas científicas da Microbiologia Clínica e das Doenças Infecciosas cria uma oferta única em Portugal, na interface destas duas áreas do conhecimento, sendo um programa de educação e de formação de profissionais em área do conhecimento em que a FMUL já deu provas de excelência, quer na investigação desenvolvida, quer a nível de prestação de cuidados de saúde. Na FMUL decorreram dois cursos nestas áreas no passado, “o curso em Microbiologia Clínica” e “o curso em Doenças Infecciosas Emergentes” que conferiram o grau de Mestre a 107 alunos.

OBJETIVOS E AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS

O objetivo geral deste curso é desenvolver e proporcionar competências científicas em Microbiologia Clínica e em Doenças Infecciosas. O ensino ministrado por docentes com vasta experiência clínica e investigadores com forte componente de trabalho experimental garante uma sólida formação e também é útil para alunos que queiram prosseguir para um 3º ciclo de estudos. São objectivos específicos:

  1. Especificar a imprevisibilidade das doenças infecciosas emergentes;
  2. Analisar e resolver problemas utilizando uma abordagem multidisciplinar;
  3. Descrever a epidemiologia das infeções/doenças infecciosas emergentes;
  4. Analisar as zoonoses emergentes em Medicina e em Medicina Veterinária;
  5. Especificar o quadro clínico das principais doenças infecciosas;
  6. Executar técnicas de microbiologia e saber propor uma marcha de diagnóstico etiológico adequada;
  7. Interpretar a suscetibilidade/resistência aos antimicrobianos e métodos da sua determinação;
  8. Enumerar as particularidades da terapêutica etiológica e das metodologias de profilaxia;
  9. Discutir o impacto de microrganismos em saúde pública;
  10. Descrever modelos experimentais de infeção;
  11. Especificar as problemáticas específicas das infeções associadas aos cuidados de saúde;
  12. Desenhar estudos investigacionais e compreender a importância dos ensaios clínicos;
  13. Preparar a comunicação: preparar e fazer apresentações, escrever trabalhos científicos e uma dissertação;
  14. Analisar a literatura científica de forma eficaz.

DESTINATÁRIOS E VAGAS

Podem candidatar-se os titulares de licenciatura (ou equivalente legal) em áreas das Ciências da Saúde. Destina-se, sobretudo, a licenciados nas áreas de Saúde (medicina, medicina veterinária, enfermagem, ciências farmacêuticas, análises clínicas, ciências da saúde, ou áreas afins) que procuram uma formação aprofundada e competências científicas na microbiologia clínica/doenças infecciosas emergentes. Destina-se, igualmente, a licenciados que pretendam desenvolver investigação científica na microbiologia / doenças infecciosas emergentes, como acontece, maioritariamente, no Centro Académico de Medicina de Lisboa (CAML).

O curso funcionará com um mínimo de 12 inscrições e um máximo de 15.

Copyright 2018 | Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa |