• en
  • pt

MESTRADO
EPIDEMIOLOGIA

epidemiologia

PROGRAMA


Plano de Estudos

(Publicado em DR com carga horaria e ECTS)

planoepi


Conteúdos programáticos das unidades curriculares (Uc a Uc)


MÓDULOS OBRIGATÓRIOS

 


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

Introdução à Epidemiologia

  1. Conteúdos programáticos
  2. Noções de causalidade e de inferência causal
  3. Método e raciocínio epidemiológico
  4. Noções e graus de evidência médica
  5. Medições em saúde e em epidemiologia, validade, precisão e exactidão e precisão, medidas de distribuição e de associação
  6. Tipos de estudos epidemiológicos: coorte, caso-controlo, transversal e ecológico. Análise comparativa dos diferentes tipos de estudos e optimização do desenho de estudos
  7. Noções de erro aleatório, viés e confundimento
  8. Crítica de estudos epidemiológicos

Introdução à Investigação Epidemiológica

  1. Introdução à Investigação Epidemiológica
  2. Revisão de conceitos básicos de epidemiologia: causalidade, desenho de estudos, teste de hipóteses, viés e confundimento, modelo conceptual
  3. Como formular e avaliar uma questão de investigação
  4. Processo de submissão de um estudo epidemiológico: escrita do protocolo no estudo epidemiológico, processo de submissão e de revisão, aspectos gerais da linguagem
  5. A estrutura de um protocolo de investigação
  6. Critérios de autoria científica
  7. Aspecto do financiamento de um projecto de investigação
  8. Técnicas de pesquisa bibliográfica
  9. Criação de uma Base de Dados Bibliográfica (Reference Manager)
  10. A execução de estudos epidemiológicos: estudo piloto, dados preliminares e do projecto; implementação, organização e gestão do projecto; recrutamento e formação de entrevistadores
  11. Aspectos Bioéticos na Investigação: consentimento Informado; código de Ética em Investigação Epidemiológica
  12. Aspectos do sistema de informação, base de dados, e da preparação da análise de dados.
  13. Aspectos da Gestão de Programas de Investigação.
  14. A escrita de artigos de investigação clínica
  15. O processo de submissão, revisão de artigos e resposta aos revisores
  16. Aspectos da comunicação e discussão social de resultados científicos.

Espaço Projecto I e II

  1. Etapas do processo de investigação
  2. Formulação, discussão e crítica de questões de investigação
  3. Abordagens, técnicas e recursos para a pesquisa bibliográfica
  4. Modelos de trabalho em equipa
  5. Organização e elaboração do Protocolo de Investigação
    1. a linguagem e objectivos de um protocolo
    2. as secções de um protocolo
    3. Orçamento e Financiamento
    4. Submissão à Comissão de Ética e à Comissão Nacional de Protecção de Dados
    5. A apresentação e discussão pública de um projecto
    6. Gestão de projecto e da equipa de investigação
    7. Planeamento, discussão e execução de estudos-piloto
    8. Construção de base de dados
    9. Plano e análise estatística de dados preliminares
    10. Escrita de artigos e apresentação/discussão de resultados

Bioestatística Aplicada à Epidemiologia

  1. Tipos de variáveis
  2. Base de dados. Tratamento de dados
  3. Introdução a software estatístico (SPSS, R, outros)
  4. Análise exploratória de dados univariados
  5. Análise exploratória de dados bivariados, contínuos e categóricos
  6. Noções básicas de probabilidades. Variáveis aleatórias e distribuições de probabilidade. Distribuições mais usadas (Binomial, Poisson, Normal)
  7. Estimação – Intervalos de confiança (1 amostra e 2 amostras)
  8. Testes de hipóteses: uma amostra, duas amostras independentes e duas amostras emparelhadas
  9. ANOVA a um factor
  10. Teste do Qui-quadrado

Introdução aos Modelos
Estatísticos em Epidemiologia

  1. Introdução aos Modelos Estatísticos em Epidemiologia: overview
  2. Correlação linear
  3. Regressão linear simples, múltipla, polinomial
  4. Regressão Logística
  5. Análise de Sobrevivência. Outras análises de dados longitudinais
  6. Análise Multifactorial
  7. Análise Exploratória de Dados Multivariados
    1. Classificação hierárquica e não-hierárquica
    2. Análise em Componentes Principais, análise factorial

Técnicas de Medição em Epidemiologia

  1. As bases teóricas e técnicas da medição em saúde
  2. Questionários em EpidemiologiaAplicação de questionáriosAplicação de questionários
    1. Como escolher um questionário
    2. Como construir um questionário
    3. Tradução de questionários
    4. Validação / Adequação de questionários
  3. Técnicas de entrevista
  4. Grupos focais e construção de questionários
  5. Análise de conteúdo
  6. Estatística aplicada à construção e interpretação de questionários
  7. Análise Factorial
  8. Avaliação de um questionário

Amostragem em Epidemiologia

  1. Tipos de estudo em Epidemiologia
  2. Estratégias e métodos de amostragem
  3. Cálculo do tamanho amostral
  4. Exercícios de cálculo do tamanho amostral
  5. Técnicas de recolha da amostra
  6. Delineamento de estratégias de amostragem
  7. Erro e amostragem
  8. Modelos amostrais raros e suas aplicações
  9. Aspetos éticos da amostragem

Tópicos Especiais em Epidemiologia

  1. Epidemiologia Clínica
  2. Rastreio
  3. Séries Temporais
  4. Aplicações da Bioinformática em Epidemiologia
  5. Modelos Matemáticos no Estudo de Doenças Infecciosas
  6. Meta-análise
  7. Estudo de Serviços de Saúde

Epidemiologia e Avaliação
Económica em Saúde

  1. A avaliação económica em saúde
  2. Princípios básicos em economia da saúde
  3. Avaliação de custos
  4. Estudos de custo-benefício
  5. Estudos de custo efectividade
  6. Análise crítica de artigo cientifico
  7. Análise de dados epidemiológicos para estudos económicos

Métodos Qualitativos em Epidemiologia

  1. Paradigmas do conhecimento na investigação qualitativa
  2. Abordagem qualitativa em estudos epidemiológicos: que problemas e que questões de investigação?
  3. Desenhos de investigação qualitativa
  4. Métodos de recolha de dados qualitativos (Observação, Análise documental, Entrevista, Focus group, Notas de campo)
  5. Tratamento e análise de dados qualitativos (Análise temática, Análise de narrativas)
  6. Critérios de qualidade da investigação qualitativa
  7. Redacção de artigos científicos qualitativos
MÓDULOS OPCIONAIS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

Investigação em
Serviços de Saúde

  1. Epistemologia dos sistemas de serviços de saúde
  2. Modelos de sistema de saúde
  3. Modelos de sistemas de serviços de saúde
  4. História breve da investigação em serviços de saúde
  5. Teorização em serviços de saúde
  6. Epidemiologia aplicada à investigação em serviços de saúde
  7. Métodos qualitativos em investigação de serviços de saúde
  8. Triangulação metodológica

Epidemiologia Cardiovascular

  1. IntroduçãoFactores de risco cardiovascular – Tabaco; Hipertensão; Dislipidémia; Diabetes; Síndrome metabólica; Obesidade; Nutrição; Actividade Física / Sedentarismo; Factores Psicosociais; Genética
    1. História da Epidemiologia Cardiovascular
    2. A carga das DCV na Europa
    3. Desenho de estudos epidemiológicos: coorte, caso-controlo, transversal; discussão das principais vantagens e limitações
    4. Aterogénese e Biologia Vascular
  2. Estimativa do Risco Cardiovascular
    1. Risco cardiovascular global – Calculadores de risco
    2. Projecto SCORE – Tabelas: Exercícios
    3. Risco individual e Risco comunitário – Estratégias de Prevenção
  3. Indicadores Cardiovasculares
    1. Fontes de Informação
    2. Inquéritos – Critérios diagnósticos estandardizados
    3. Indicadores Recomendados
    4. Custos económicos
  4. Epidemiologia de Doenças Específicas
    1. Epidemiologia da Hipertensão
    2. Epidemiologia da D. Isquémica cardíaca
    3. Epidemiologia do AVC
    4. Epidemiologia da Insuficiência Cardíaca
  5. Prevenção Cardiovascular
    1. Prevenção Primária – Estratégias
    2. Prevenção Secundária – Intervenções
    3. Impacto Epidemiológico
    4. Recomendações para a Prevenção Cardiovascular
    5. Implementação das Recomendações – Desafios para o Futuro

Epidemiologia Espacial

  1. Introdução
  2. Sistemas de Informação Geográfica em Saúde (SIG)
    1. O aparecimento de uma nova ferramenta de apoio baseada em metodologias próprias
    2. Exemplos práticos de aplicações SIG em trabalhos sobre Saúde
    3. Aquisição da informação geográfica
    4. Funcionalidades do SIG
    5. Arquitectura de um SIG
    6. Exploração da informação geográfica
    7. Métodos de aquisição de informação geográfica
    8. Métodos de análise espacial
    9. Mapas temáticos e sua leitura
  3. Métodos estatísticos em Epidemiologia Espacial. Análise espacial
    1. Importância da adequação de metodologia estatística própria a dados espaciais
    2. Identificação de aglomerações espaciais
    3. Uso do espaço na análise de resultados em saúde
    4. Aglomeração de factores de risco tendo em conta o contexto (ambiente físico e social) e a composição (demografia, etc.) do espaço geográfico em análise (bairro, concelho, região, etc).
    5. Aplicação prática a um caso estudo nacional

Farmacoepidemiologia

  1. Medicamentos e Saúde Pública
  2. Investigação, desenvolvimento e acesso a novos medicamentos
  3. Fontes de informação em Farmacoepidemiologia
  4. Validade dos dados: viés e factores de confundimento
  5. Delineamento de estudos em Farmacoepidemiologia
  6. Farmacovigilância: conceitos e contexto, notificação espontânea, imputação de causalidade, planos de gestão de risco, análise de benefício-risco
  7. Estudos de utilização de medicamentos
  8. Estudos de prescrição. Avaliação da qualidade da prescrição
  9. Política do medicamento e utilização de medicamentos
  10. Efectividade relativa e avaliação do valor terapêutico acrescentado
  11. Introdução à avaliação económica de medicamentos
  12. Ensaios clínicos: da investigação à prática clínica, importância no processo de aprovação de novos medicamentos

Ensaios Clínicos

  1. Fases no Estudo de um Novo Medicamento
  2. Entrada do Medicamento no Mercado – Eficácia e Segurança
  3. Desenho do Estudo. Critérios de inclusão/ exclusão. Escolha de comparadores
  4. Selecção da População / Amostragem / Aleatorização
  5. Objectivos: “Endpoints” primários e secundários
  6. Consentimento Informado / Aspectos ético-legais dos Ensaios Clínicos
  7. Inspecção de Boas Práticas Clínicas
  8. Centros de Ensaios Clínicos – Organização
  9. Preparação do Protocolo
  10. Monitorização / Seguimento e Adesão ao Protocolo
  11. Optimização de Recursos nos Ensaios Clínicos para o desenvolvimento de novos medicamentos
  12. Promotores de Ensaios Clínicos / Parcerias / Apoios / Dificuldades na Prática
  13. Estatística em Ensaios Clínicos
  14. Como interpretar um Ensaio Clínico
  15. O Papel da Evidência no Suporte à Decisão Clínica
  16. Ensaios Clínicos e Guidelines – Exemplificação: Prevenção Cardiovascular

Epidemiologia da pobreza, saúde e nutrição

  1. Definição, medição e avaliação da pobreza.
  2. Dificuldades na aplicação da definição de pobreza nos estudos epidemiológicos.
  3. A pobreza, desigualdade e saúde numa perspectiva global.
  4. Definição e medição de insegurança alimentar e fome. Vulnerabilidade.
  5. Quem está em risco de insegurança alimentar e fome. Consequências para a saúde.
  6. Desigualdades na saúde. Causalidade e a persistência das desigualdades.
  7. Análise da pobreza ao longo do ciclo de vida.
  8. A evidência europeia – análise de alguns estudos.

Epidemiologia Molecular

  1. Evolução da epidemiologia molecular e seu impacto na Saúde:- Conceito e importância no apoio à decisão- Evolução – do gene ao genoma- Inter-relação da epidemiologia molecular com a Bioinformática
  2. Aplicação da epidemiologia molecular à infeciologia:- Deteção de surtos; “contact-tracing”, desenvolvimento de vacinas; movimentos migratórios e redes moleculares de agentes infeciosos
  3. Fatores genéticos do hospedeiro na suscetibilidade à doença:- Fatores associados às doenças infeciosas, doenças crónicas e neoplásicas
  4. Aspetos éticos da investigação em epidemiologia molecular

Análise Longitudinal de Dados Epidemiológicos

  1. Caraterísticas dos estudos longitudinais e apresentação de exemplos
  2. Análise exploratória de dados agrupados – ferramentas gráficas para explorar a estrutura média, de variância e de dependência
  3. Métodos simples de análise de dados longitudinais
  4. Modelos de efeitos aleatórios (também conhecido como modelos mistos ou modelos lineares mistos)
  5. Modelos marginais com equações de estimação generalizadas

 

Bibliografia aconselhada

Bibliografia aconselhada é específica de cada módulo. Não é obrigatória a compra de material bibliográfico.

 

Copyright 2019 | Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa |